Índice de faltas em consultas e exames chegam a 44% e prejudicam saúde pública em Pinda

Pacientes agendam consultas e exames e não comparecem e nem ligam para comunicar a desistência

A Prefeitura de Pindamonhangaba, por meio da Secretaria da Saúde, alerta sobre as ausências de pacientes em consultas e exames de saúde agendados pela rede pública. O alto índice de absenteísmo (falta ou atraso não justificado) prejudica o calendário de atendimentos e gera grande dano à população que aguarda a realização dos exames, de consultas médicas de rotina ou para avaliação pré-cirúrgica.
Dados de faltas
Entre janeiro e abril de 2024, por exemplo, o índice de pessoas que faltaram e não ligaram para avisar que não iriam ou que desistiram do procedimento chegou a:
- 44% nas consultas para cirurgia otorrinolaringológica;
- 43% para consulta de cirurgiavascular;
- 39% para cirurgia ginecológica;
- 38% ortopédica;
- 32% para oftalmologia, dentre outros.
Além das consultas agendadas antes de procedimentos cirúrgicos, o número de pacientes que faltam em consultas de rotina também é muito elevado, com 36% em nefrologia, 36% em dermatologia, 35% em neurologia, 35% em cardiologia, 34% em pneumologia, dentre outros.
“As faltas não comunicadas geram enorme prejuízo para a saúde pública. As consultas e exames são agendadas, dispomos o profissional, a equipe técnica de apoio e toda uma rede de serviços que acompanhariam esses procedimentos e o paciente não aparece, não liga, não avisa. Essa ausência atrasa os atendimentos das pessoas que estão aguardando o seu dia para um procedimento agendado. Gera perda de tempo para os pacientes e para os profissionais de saúde, além de um gasto enorme para o sistema público de saúde”, disse a secretária da pasta, Silvia Mendes. Das 24.692 consultas agendadas para o período, houve 6.477 faltas, o que corresponde a 26,23%.
Ela informou que a desistência sem avisos também ocorre em larga escala em serviços complementares da saúde e nos exames. “Temos dados superiores a 40% em consultas com nutricionista, 38% para tisiologista, 30% para urologia e próximo a 30% também em pneumo infantil”, lamentou a secretária.
Sobre os índices de faltosos em exames, os que lideram o ranking são colonoscopia, espirometria e ultrassonografica, com 44%, 41%, e 37% respectivamente, dentre outros, com média de 25% em faltas. “É danoso para a administração, para o planejamento dos serviços de saúde e para os cofres públicos. É também um prejuízo direto às nossas equipes de organização dos serviços terceirizados, que são responsáveis pelos procedimentos contratados junto a laboratórios e clínicas. Nesses quatro primeiros meses agendamos 15.896 procedimentos e tivemos apenas 11.922 presenças, ou seja, 25% de faltas. A cada quatro pacientes um faltou e não deu satisfação, não avisou que desistiria”, completou Silvia.
Para procedimentos com valores mais elevados, os dados são ainda mais preocupantes. Das 1.030 ressonâncias magnéticas e tomografias computadorizadas marcadas para os quatro primeiros meses do ano, apenas 682 foram confirmadas, ou seja, 34% de faltas.

O que fazer em caso de desistência
A Secretaria de Saúde entende que ocorreem imprevistos, situações que fogem ao controle dos pacientes, porém são mínimos os casos. O maior problema é faltar e não avisar. Deste modo, quando um paciente desistir do procedimento (consulta ou exame), basta informar à unidade de saúde. O nome do paciente será retirado da lista, sem nenhum prejuízo futuro para ele, e ele ainda dará a vaga a alguém que esteja precisando.

Pinda promove Maio Furta Cor, campanha focada na saúde mental materna

Pinda promove Maio Furta Cor, campanha focada na saúde mental materna

Pindamonhangaba, por meio da Secretaria da Mulher, Família e Direitos Humanos, realizou dois eventos dedicados à saúde mental materna como parte da campanha Maio Furta Cor. A iniciativa abordou temas sobre a saúde mental das mães, reunindo especialistas e a comunidade em atividades de acolhimento e conscientização.
Na sexta-feira (17), o Palacete 10 de Julho sediou o Cinedebate "Colo Vazio". O evento, que contou com a participação do grupo G’Alma (Grupo de Apoio ao Luto Materno), além de representantes da Secretaria da Mulher, Família e Direitos Humanos e da Faculdade Anhanguera de Pindamonhangaba, atraiu dezenas de famílias. A sessão proporcionou um espaço de discussão e apoio às mães que enfrentaram perdas gestacionais e neonatais, abordando as dificuldades e oferecendo suporte emocional.
No sábado (18), a cidade foi palco da Marcha Furta Cor, uma caminhada no Parque da Cidade em apoio à saúde mental materna. Após a caminhada, um bate-papo sobre maternidades reuniu as psicólogas Ana Letícia Cornerri, Maria Augusta Alves e Tatiane Zaram, que discutiram questões relacionadas à saúde mental das mães. O dia culminou com um aulão de dança “Too Dance”, conduzido pela professora Patrícia Salgado, proporcionando momentos de lazer e descontração para as participantes.
A coordenadora do Grupo G’alma, Ana Letícia Cornetti, comentou que “mães de colo vazio também tem direito de legitimar suas vivências e emoções, embora sintam a sufocante falta de espaço e acolhimento para isso. O Cinedebate foi um encontro pensado para trazer voz às diversas travessias de maternar em torno do colo vazio”.
“Reconhecer a dor, honrar a história, trazer visibilidade a vida daquele ou daquela que ainda nos habita, apesar de um dia ter partido’ finalizou a também coordenadora do Grupo G’alma, Maria Augusta Alves.
A campanha Maio Furta Cor, uma iniciativa comunitária sem fins lucrativos, busca sensibilizar a população sobre a importância da saúde mental das mães. Realizada durante o mês de maio, em que se celebra o Dia das Mães e o mês da família, a campanha tem como objetivo combater o estigma social em torno da saúde mental materna e promover ações de conscientização.
Os eventos também destacaram o aumento alarmante dos casos de depressão, ansiedade e suicídio entre mães, muitas vezes provocados pelas demandas crescentes da maternidade e pela falta de suporte adequado. “Com a promoção dessas atividades, Pindamonhangaba deu um passo significativo na promoção da saúde mental materna, oferecendo suporte e conscientização às mães da região, e reforçando a importância de uma rede de apoio sólida para enfrentar os desafios da maternidade”, disse a diretora da Mulher, Luciana Simonetti.

Prefeitura inicia construção de nova unidade de saúde no Cidade Jardim com investimentos de R$ 1,9 milhão

Prefeitura inicia construção de nova unidade de saúde no Cidade Jardim com investimentos de R$ 1,9 milhão

A Prefeitura de Pindamonhangaba realiza, nesta quarta-feira (15), o lançamento das obras de construção da nova unidade de saúde do bairro Cidade Jardim, que será construída na rua Pedro Costa Terclaves, numa área de 1.400m² e que irá atender a comunidade local e dos bairros Jardim Princesa, Lago Azul, Mossoró e outros.
Atualmente, a unidade está instalada em um imóvel em precárias instalações e com os investimentos de R$ 1,9 milhão a nova unidade trará melhores condições de atendimento aos usuários. Os valores contam com participação da Câmara de Vereadores, através de emenda impositiva apresentada pelos vereadores Felipe Guimarães (R$ 400 mil), Julinho Car (R$ 250 mil) e Gilson Nagrin (R$ 250 mil).
A empresa responsável pela obra é a Construtora Fernandes Rodrigues e o prazo de entrega previsto é de 12 meses, contemplando a construção de seis consultórios médicos, salas de inalação, esterilização, vacinas, administração e atividades coletivas, além de recepção, sala de espera, depósito, copa, refeitório e vestiário com sanitários, além de todo serviço de paisagismo e jardinagem.
“Trata-se de mais um avanço que estamos dando para atenção básica à saúde em nossa rede municipal com o objetivo de trazer mais qualidade na prestação dos nossos serviços”, afirmou a secretária da pasta Silvia Mendes.
Nos últimos dois anos a Prefeitura está investindo mais de R$ 15 milhões com a construção e revitalização de novas unidades de saúde nos bairros Alto Cardoso/Parque das Nações (já entregue), Mantiqueira, Jardim Morumbi, Santa Cecília, Maricá, CIAF Saúde da Mulher, Araretama III, Terra dos Ipês II e Bairro das Campinas.
“O Cidade Jardim é a 10ª unidade que estamos iniciando e em breve já estaremos iniciando a construção de mais três novas unidades sendo Feital (ampliação) e nos bairros do Santana e Shangri-lá que não contam com esse tipo de equipamento público, sempre com objetivo de agilizar e qualificar o atendimento”, explicou o prefeito Dr. Isael Domingues.

Pinda entrega repelentes spray nas escolas e creches municipais para proteger alunos da dengue

Pinda entrega repelentes spray nas escolas e creches municipais para proteger alunos da dengue

A Prefeitura de Pindamonhangaba está entregando repelentes de insetos nas escolas e creches municipais para aplicação nos alunos e profissionais da educação. A ação visa evitar picadas de insetos, principalmente do mosquito Aedes aegypti - o transmissor da dengue.
A distribuição iniciou nesta semana em todas as unidades escolares da rede municipal e vai beneficiar cerca de 14.500 estudantes.
A entrega simbólica dos repelentes ocorreu na manhã de quarta-feira (8) na escola Jairo Monteiro, no Vila Rica. Na ocasião alunos e pais participaram da aplicação dos repelentes.
A Prefeitura investiu aproximadamente de R$ 100 mil para aquisição de cerca de 5 mil frascos de repelentes SPARY, dermatologicamente testados. “A aplicação do repelente será feita mediante a organização de cada unidade escolar. As escolas recebem o repelente, que serão aplicados nos alunos pelas nossas profissionais, pelos pais dos estudantes e pelos próprios alunos, a depender da idade de cada um. O ato vai beneficiar todos os alunos em idade escolar e também as crianças das creches, desde que tenham idade superior a seis meses. As unidades escolares são ambientes de aprendizagem, e além disso temos o compromisso também de atuar na saúde física e mental dos alunos. Com isso, os pais podem ficar tranquilos porque os filhos estarão protegidos da dengue”, disse a secretária de Educação, Luciana Ferreira. Ela explicou que os itens serão aplicados nos estudantes com autorização dos responsáveis. “Os pais que não quiserem que seus filhos recebam o repelente na escola basta informar a direção da unidade. Já enviamos comunicado a respeito na caderneta dos estudantes. Isso acontece em casos específicos, como o de crianças que possam ter alergia aos compostos do produto, ou estejam com algum outro creme ou produto para tratamento na pele ou os pais queiram utilizar o próprio repelente”, completou a secretária.
O vice-prefeito, Ricardo Piorino, afirmou que a ação é mais uma forma de proteção aos estudantes. “Temos uma grande ação em toda a cidade, seja por equipes da Saúde, com aplicação de inseticidas, vistorias nos imóveis e orientação dos proprietários, bem como dos nossos serviços de limpeza, que contam com funcionários da prefeitura, equipe do nosso convênio com a Funap, além de empresa terceirizada em limpeza, bem como de um novo serviço que temos que permite a limpeza em até 16 mil terrenos. Com isso estamos acabando com pontos que possam acumular lixo e entulho. A administração pública está fazendo a sua parte e precisamos muito da colaboração dos moradores, para mantermos a cidade limpa e afastar o perigo da dengue”, destacou Piorino.
O prefeito Dr. Isael Domingues ressaltou a ação inovadora. “Esta é a primeira vez que a Prefeitura adquire repelentes para os estudantes. Já fomos pioneiros na entrega de uniformes, lousas digitais, chromebooks para estudantes, dentre outros benefícios, e agora repelentes, que se trata de uma ação emergencial pela questão da dengue. Isso reforça nosso compromisso com a educação, com nossas crianças, e de buscarmos soluções modernas, humanas e inteligentes para os alunos”.
Dr. Isael também lembrou dos serviços de limpeza em terrenos. “Como bem frisou o Piorino, temos um grande trabalho contra a dengue em nossa cidade e quem vem se intensificando nos últimos meses e continuará assim. Além de todos os serviços que já possuímos, agora temos uma ação emergencial que é a notificação e limpeza de terrenos e podemos fazer isso com até 16 mil terrenos. É um mega trabalho para deixar a cidade limpa e afastar o perigo da dengue”, finalizou Dr. Isael.
A entrega simbólica contou com a presença de pais, professores, além do vereador José Carlos Gomes - Cal.

Evento em Pinda promove conscientização sobre TEA, TDAH e TOD

Evento em Pinda promove conscientização sobre TEA, TDAH e TOD

Pindamonhangaba, por meio da Secretaria da Mulher, Família e Direitos Humanos, participou no último domingo (21), de um evento que teve como objetivo conscientizar sobre Transtorno do Espectro Autista (TEA), Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e Transtorno Opositivo-Desafiador (TOD). Promovido pelo Grupo 'Mães de Azul', o encontro conteceu no Shopping Pátio Pinda, atraindo um público diversificado interessado em aprender mais sobre essas condições.

O evento contou com três palestras ministradas por especialistas regionais, além de outras atividades educativas e informativas. A Neuropsicopedagoga Fernanda Oliveira deu início às discussões com a palestra "TEA, TDAH e TOD – O que é preciso saber para o manejo das crises e o bom desenvolvimento da relação escola e família", seguida pela Psicopedagoga Clínica Vanessa Alves, que conduziu uma envolvente Contação de Histórias com o livro "O Despertar".

Outro destaque do evento foi a palestra "Musicoterapia e o Autismo", apresentada por Juliana Mara e Anderson Cata, especialistas em Neurociência, Educação e Música.

Além das palestras, o público teve a oportunidade de visitar estandes informativos, participar de atividades neuropsicopedagógicas e psicomotoras, e adquirir artigos do Grupo Mães de Azul. A presença da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Pindamonhangaba e do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CMPD) também proporcionou acesso a informações e serviços importantes para as famílias.

O Grupo Mães de Azul, organizador do evento, tem como objetivo unir famílias atípicas e advogar pelos direitos das pessoas com TEA, buscando a implementação de políticas públicas voltadas para tratamentos adequados. Além disso, o grupo promove a socialização por meio de projetos que incluem esporte, lazer e cultura.

Para mais informações sobre eventos futuros e iniciativas do Grupo Mães de Azul, os interessados podem acompanhar as redes sociais do grupo ou entrar em contato diretamente com a Secretaria da Mulher, Família e Direitos Humanos de Pindamonhangaba.

Mutirão Preventivo conscientiza sobre saúde feminina neste sábado

Mutirão Preventivo conscientiza sobre saúde feminina neste sábado

A Prefeitura de Pindamonhangaba, por meio da Secretaria de Saúde, promove, neste sábado (20), das 8 às 13 horas, no CIAF/Saúde da Mulher, o mutirão de exames preventivos. O evento será gratuito, destinado às mulheres e terá o objetivo de promover a prevenção do câncer e incentivar a realização de exames preventivos.
Organizado em parceria com a Universidade de Taubaté (UNITAU), que disponibilizará residentes de medicina para os atendimentos, o Mutirão oferecerá consultas ginecológicas pré-agendadas, além de um espaço para bate-papos sobre exames preventivos e orientações sobre autoexame da mama. É importante ressaltar que será necessário que as participantes estejam portando documento de identificação e cartão SUS.
“O Mutirão de Preventivo é mais do que uma ação pontual; é um compromisso com a saúde e o bem-estar das mulheres. Todas as mulheres estão convidadas a juntarem-se a nós nessa importante jornada pela prevenção e cuidado com a saúde feminina”, afirmou a secretária de Saúde, Silvia Mendes.

Pinda entrega nova sede do Centro de Referência Especializado em Assistência Social, no centro

Pinda entrega nova sede do Centro de Referência Especializado em Assistência Social, no centro

A Prefeitura de Pindamonhangaba, por meio da Secretaria de Assistência Social, inaugurou a nova sede do CREAS (Centro de Referência Especializado em Assistência Social) do centro, na terça-feira (16). Com a inauguração, os serviços serão realizados no novo espaço (avenida Fortunato Moreira, 341, centro).
O evento de inauguração contou com a presença de autoridades como o prefeito Dr Isael Domingues, o vice-prefeito Ricardo Piorino, o presidente da Câmara dos Vereadores Nobertinho, a secretária de Assistência Social, Ana Paula Miranda, a secretária adjunta de Assistência Social, Thais Batista, além da comunidade local.
Segundo a Secretaria de Assistência Social, o CREAS Centro realiza três serviços: o PAEFI, que é o Serviço de Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos, o setor de alta complexidade e também e o serviço de abordagem social. “É uma unidade com profissionais muito qualificados e conta com dois assistentes sociais, três psicólogos, dois educadores sociais e realiza um grande serviço para a população, com média de 122 atendimentos por mês”. A nova unidade vai seguir os mesmos horários de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.
A secretária de Assistência Social, Ana Paula Miranda, explicou que “um dos objetivos da mudança de endereço, saindo da ‘Antonio Pinheiro Júnior’ e indo para a ‘Fortunato Moreira”, é porque este novo espaço tem uma melhor estrutura física para abrigar um equipamento público e para receber toda a equipe da unidade e população. É também um prédio mais central e próximo aos pontos de ônibus, facilitando a acessibilidade dos atendidos, que são de várias partes da cidade”.
O vice-prefeito, Ricardo Piorino, parabenizou o trabalho que está sendo executado por toda equipe da Secretaria de Assistência Social. “Parabéns a toda equipe da Secretaria de Assistência Social pelo dedicado e incansável trabalho em prol da comunidade, vocês fazem a diferença na vida de muitas pessoas, e, naquilo que depender da nossa gestão, iremos apoiar cada vez mais, e nós não vamos parar”, afirmou o vice-prefeito.
Já o prefeito, Dr. Isael Domingues, ratificou a fala do vice-prefeito, e ressaltou a trajetória da criação de uma secretaria atuante. “Desde o começo da gestão, trabalhamos duro para que essa secretaria tivesse cada vez mais força e capacidade de atuação, e hoje eu tenho muito orgulho, vendo os funcionários trabalhando com tanto afinco, se dedicando tanto, oferecendo um trabalho de excelência e humanizado”, finalizou o prefeito.

Pinda realiza Dia D de Vacinação contra Gripe no sábado

Pinda realiza Dia D de Vacinação contra Gripe no sábado

A Secretaria de Saúde de Pindamonhangaba vai promover o Dia D de Vacinação contra Gripe no sábado (13) em sete locais. Das 8 às 13 horas no PSF Nova Esperança, PSF Castolira, PSF Cidade Nova, CISAS e UBS Centro/CIAF, e das 8h30 às 12h30 no Shopping Pátio Pinda e Salão da Igreja Nossa Senhora Aparecida (Bairro das Campinas).
A Secretaria de Saúde da Prefeitura informou que a imunização contra gripe será para os grupos prioritários a partir dos seis meses, dentro do público estabelecido pelo Ministério da Saúde.
A enfermeira Fernanda Hasman, responsável pela aplicação de vacinas em Pindamonhangaba, afirmou que “a ação de sábado deve elevar os números de aplicação de vacina contra gripe no município, que atualmente imunizou cerca de 10% do público alvo, em torno de 5.500 pessoas”.
Ela disse que a “vacinação no sábado facilita o acesso da população que tem dificuldade de se vacinar durante a semana devido a trabalho, escola e outras atividades. Além disso, colocamos em pontos estratégicos da cidade, levando a imunização para todas as regiões”, completou Fernanda.
Confira o público alvo da vacinação estabelecido pelo Ministério da Saúde:

-Crianças de 6 meses a menores de 6 anos
-Pessoas de 60 anos ou mais
-Gestantes
-Puérperas
-Indígenas
-Quilombolas
-Trabalhadores da Saúde
-Trabalhadores da Educação
-Pessoas com Deficiência Permamente
-Pessoas com Comorbidades
-Funcionários do Sistema de Privação
de Liberdade
-Forças Armadas
-Pessoas em situação de rua
-Forças de Segurança e Salvamento
-Caminhoneiros
-Trabalhadores do transporte coletivo rodoviário
passageiros urbanos e de longo percurso
-Trabalhadores portuários

Todos as categorias profissionais elencadas para campanha precisam apresentar comprovante de vínculo empregatício. Pessoas com comorbidades precisam comprovar por meio de documento médico (receita do medicamento, por exemplo). Todas as pessoas, para se vacinarem, precisam estar com a carteira de vacinas em mãos e o CPF, preferencialmente, ou Cartão SUS.

Pinda apresenta mais 43 profissionais para trabalhar nas unidades de saúde dos bairros

Pinda apresenta mais 43 profissionais para trabalhar nas unidades de saúde dos bairros

A Prefeitura de Pindamonhangaba apresentou mais 43 profissionais de saúde para trabalhar nas unidades de saúde do município. As contratações já estavam previstas desde a realização do concurso público 001/23, em abril de 2023.
Esta é a segunda apresentação de profissionais da saúde em menos de duas semanas. Na última semana foram apresentados 90 profissionais para trabalhar nas unidades de pronto atendimento dedicadas à dengue. A contratação foi realizada em caráter emergencial e temporário e visa atendimento às vítimas da dengue.
Agora, mais 43 novos profissionais foram apresentados. Porém desta vez o foco são as unidades de saúde dos bairros e a contratação é por meio de concurso.
Os 43 novos servidores são compostos por 23 agentes comunitários, 17 auxiliares enfermagem, um médico de PSF, um enfermeiro e um enfermeiro de PSF. Desde o início da convocação de aprovados no concurso público 001/2023, a Prefeitura já chamou 559 pessoas, sendo 132 para a área da saúde.
O prefeito Dr. Isael Domingues deu boas-vindas aos novos profissionais e disse que eles têm uma missão muito importnate. “A função de vocês é a de cuidar de gente. Atender pessoas e dar o melhor de cada um para fazerem um atendimento de excelência e melhorarem a vida das pessoas. Por isso, ao atender cada pessoas nos bairros ou unidades que vocês forem designados, façam com muito respeito, muito carinho e se coloquem no lugar do outro. Tenho certeza que cada um de vocês vai dar o melhor que puder e teremos, cada vez mais, um atendimento mais digno à população”.
O vice-prefeito, Ricardo Piorino, ressaltou “o desafio de atuar em uma área que exige muito de cada profissional. A saúde é uma área delicada porque vocês tratam de vidas, de dor, de sentimento. É uma área importantíssima gestão pública. Este é mais um grande passo que nossa gestão dá para aprimorar e humanizar o atendimento na saúde”.
O secretário adjunto de Saúde, Luiz César Vieira, que representou a secretária Silvia Mendes, na apresentação, ressaltou o “compromisso da Prefeitura e em fazer as contratações de forma assertiva, priorizando as necessidades mais evidentes. Fizemos uma contratação emergencial semana passada exclusiva para dengue e agora esses profissionais do concurso chegam para atuarem principalmente nas unidades de saúde dos bairros”, completou.

Go to top